Descobrindo as tendências de Supply Chain para os próximos anos

Te explicamos as principais tendências do supply chain no mercado e como sua empresa pode se preparar!

Fonte: Unsplash

Cada vez mais, a gestão do supply chain é primordial para o sucesso de uma empresa — especialmente em uma realidade pós-Covid19.

É por isso que empreendedores estão buscando avidamente por oportunidades de melhorar a sua cadeia de suprimentos. São elementos que podem fazer toda diferença no final do ciclo, impactando na decisão final do cliente.

Neste conteúdo, vamos explorar um pouco mais sobre o assunto, descobrindo as tendências do supply chain para os próximos anos. Antes, porém, vamos dar um passo atrás e relembrar o que é a cadeia de suprimentos.

E então, preparado? Então siga na leitura conosco!

Relembrando: o que é supply chain?

O supply chain é definido como todo o processo de fabricação e venda de produtos, incluindo todas as etapas, desde o fornecimento de materiais e a fabricação dos produtos até sua distribuição e venda.

Gerenciar as cadeias de suprimentos com sucesso é essencial para qualquer empresa que deseja se posicionar de maneira competitiva no mercado.

Na prática, a gestão do supply chain trata-se da organização do processo de entrega de um produto, da obtenção da matéria-prima até que o produto final chegue nas mãos do consumidor.

Inclui planejamento de suprimentos, planejamento de produtos, planejamento de demanda, planejamento de vendas e operações e gerenciamento de suprimentos.

Qual a importância do supply chain?

Um supply chain eficiente e otimizado é muito importante para que uma empresa cumpra com as demandas dos clientes.

Sua correta gestão também pode resultar em custos muito mais baixos e um ciclo de produção mais rápido.

E não falamos apenas da entrega de um produto, mas também do processo de retorno e reembolso. Aqui, tudo conta.

A gestão do supply chain não se trata apenas de criar o processo mais eficiente possível, também é crucial para mitigar riscos e garantir que tudo corra bem.

Isso ocorre porque muitos elementos compõem a cadeia de suprimentos, desde os locais de fabricação e depósitos até a logística, o gerenciamento de estoque e o atendimento dos pedidos.

É uma intrincada rede de processos e ações que devem fluir com sintonia.

Cada etapa desse processo acarreta em riscos.

Por isso, minimizar atrasos, otimizar o tempo de envio de produtos e o período de tempo que o estoque é mantido, são ações propositivas que podem impactar a eficiência da cadeia.

Nesse ponto, é claro, os fornecedores protagonizam um papel de destaque: sem boas redes de fornecedores, seu supply chain desmorona antes mesmo de se consolidar.

Quais as tendências do supply chain para os próximos anos?

O supply chain apresenta-se em um cenário de mudanças a partir de 2021. Adaptar-se é uma das principais regras para a sobrevivência das empresas.

Agora, como ampliar o alcance da sua marca e conquistar melhores resultados na eminência do fim da pandemia?

Para isso, apostar e investir no supply chain será crucial. Mas para onde direcionar suas estratégias?

Reunimos algumas das principais tendências de cadeia de suprimentos. Confira!

Rapidez

Novos métodos de distribuição, com menor tempo de entrega, vão ser a base para o consumo do futuro.

Mas como elaborar isso? Utilizando abordagens de previsão avançadas, como análise preditiva de dados externos (por exemplo, índices e tendências de mercado, análise do clima) e internos (por exemplo, demanda), bem como dados do seu próprio maquinário, para fornecer uma previsão muito mais precisa.

Assim, será possível se antecipar de maneira mais efetiva às demandas e arcar com o alto volume de pedidos.

Flexibilidade

O planejamento em tempo real permite uma reação flexível em diversas situações de demanda e fornecimento.

Ciclos de planejamento mínimos vão ser cada vez mais comum, pois capacitam a empresa a reagir dinamicamente às mudanças de mercado.

Além disso, novos modelos de negócios, como o Supply Chain as a Service, aumentariam a flexibilidade para a maioria das empresas da cadeia de suprimentos.

Granularidade

A demanda dos clientes por produtos personalizados está aumentando continuamente.

Assim, é natural que haja um forte impulso para a implementação de conceitos de microssegmentação e personalização na produção.

Isso não é novidade: é uma estratégia notória (e uma das causas do imenso sucesso) da Tesla Motors, empresa de veículos elétricos comandada por Elon Musk.

Qualificação contínua

Mais do que nunca, os fornecedores vão ter um papel fundamental na manutenção da cadeia de suprimentos.

Para as empresas, portanto, não se trata apenas de achar os parceiros certos, mas de nutrir relacionamentos com cada um deles.

E isso para por vários processos, como a comunicação e a sua qualificação periódica e automatizada.

 

Agora que você descobriu as principais tendências de Supply Chain, que tal implementar algumas dessas inovações em sua empresa e sair na frente da concorrência?

A solução mais acessível é o U-qualify, o software que automatiza a homologação e qualificação dos fornecedores.

Desse modo, você reduz custos, desocupa seus profissionais de uma tarefa repetitiva, e melhora a qualidade do supply chain.

Que tal conhecer mais e testar gratuitamente?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Software para homologação de empresas com mais de 20 fontes de verificação.

Nos acompanhe

Entre em contato

Telefone: (11) 4280-8482

E-mail: contato@uqualifyapp.com

© U-qualify – Todos os direitos reservados 2020-2021.