Como enfrentar momentos de crise em seu negócio?

Conheça algumas dicas de empreendedorismo para ajudar sua empresa a passar pelos piores momentos de crise!

Independentemente de quão bem administrado seu negócio seja, uma crise pode paralisar as coisas.

É algo que acontece especialmente nas pequenas e médias empresas, que possuem recursos insuficientes para lidar com todos os prejuízos de uma crise.

A crise pode ser dura, resultando em reações adversas dos clientes, reduzindo vendas e afetando a margem de lucro da empresa, bem como sua credibilidade.

Mas é claro: nem mesmo as maiores corporações estão imunes a essa realidade. E isso foi algo que a pandemia de Covid-19 em 2020 provou.

Agora, em um momento onde é essencial planejar sua estratégia para se reerguer, como dar os primeiros passos e evitar possíveis novas crises futuras?

É o que vamos te explicar nesse conteúdo. Continue a leitura para aprender ainda mais!

4 dicas de empreendedorismo para enfrentar momentos de crise em seu negócio

Por mais indesejável que sejam, os momentos de crise acontecem vez ou outra. Por isso, é preciso estar preparado para lidar com essas situações.

Muitas vezes, a solução é muito mais psicológica — do empreendedor saber lidar com o cenário — do que estratégica. Ainda assim, existem formas de contornar a crise e fazer seu negócio sair por cima.

Quer saber como? Separamos 4 dicas super valiosas para direcionar sua organização no caminho correto.

1. Avalie a situação com calma

Em tempos de crise empresarial, lembre-se de nunca ser dominado pelas emoções.

Em vez disso, você deve fazer um esforço ativo para permanecer calmo, controlado e composto.

Isso permitirá que você analise objetivamente a situação, permitindo-lhe determinar a causa raiz de sua situação e chegar a uma conclusão sólida.

Reconhecer e definir o problema significa que você já está na metade do caminho para resolvê-lo.

Além disso, como empreendedor, manter a compostura irá tranquilizar seus funcionários e inspirar confiança neles.

2. Elabore um plano de gerenciamento de crise

Agora, é hora de direcionar seus esforços internamente. O primeiro passo é reunir uma equipe qualificada de pessoas de vários departamentos, como finanças, serviços jurídicos, recursos humanos, compras, etc.

Procure formular um plano de gestão de crise, com uma solução que não seja tão radical (ou seja, que se desvie da filosofia da empresa) e que seja realmente benéfica.

3. Adapte, improvise e supere

Agora, é preciso avaliar a viabilidade do plano de gerenciamento de crise. Esse é um passo essencial a se tomar antes de implementá-lo.

Nesse ponto, estabeleça metas e parâmetros para medir o progresso, confiando no poder dos indicadores de performance.

Se os resultados desejados ainda não foram alcançados no tempo determinado, é hora de fazer ajustes na estratégia.

Flexibilidade é a chave para lidar com a situação.

Ou seja, você deve estar preparado para se adaptar e improvisar quando as coisas não estiverem de acordo com o planejado.

4. Capriche na gestão de fornecedores

Pode ser um ponto um pouco fora da curva, mas esse é o intuito desse conteúdo. Quantas vezes você já viu essa dica?

É que a boa gestão de fornecedores pode ser a resposta mais simples da sua empresa para evitar os efeitos de uma crise.

Desse modo, você pode entender melhor os preços, negociar condições que façam mais sentido para você e também entender o potencial do fornecedor em servir suas demandas.

Afinal, em momentos de crise empresarial, é comum que seus parceiros também sofram os efeitos, certo?

Por isso, realizar uma boa requalificação dos fornecedores é uma parte essencial.

Conclusão

Agora que você sabe o básico para enfrentar os piores momentos de crise, que tal aplicar esses passos em seu negócio?

Ou mesmo deixar anotado, para que a qualquer momento você saiba quais dicas seguir para evitar prejuízos muito grandes.

Como falamos, muitas vezes, o grande desafio é no mindset do empreendedor. Ainda assim, há elementos estratégicos que devem ser considerados, como a seleção e requalificação de fornecedores.

Essa ação sozinha tem o poder de evitar muitas dores de cabeça para o seu negócio, garantindo a manutenção de uma carteira qualificada de parceiros comerciais, sem gastos exorbitantes ou perdas na qualidade.

Agora, que tal uma solução para ajudar nessa tarefa, capaz de automatizar todo processo de homologação e qualificação de fornecedores? O U-qualify é a resposta! Teste gratuitamente o software!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Software para homologação de empresas com mais de 20 fontes de verificação.

Nos acompanhe

Entre em contato

Telefone: (11) 4280-8482

E-mail: contato@uqualifyapp.com

© U-qualify – Todos os direitos reservados 2020-2021.